Amor entre irmãos!!!

Ontem após um dia cansativo de trabalho, fui para a casa da minha mãe e chegando lá sentei no sofá e fiquei observando meus irmãos mais novos, conversando, brincando, brigando, gritando rs, tudo isso ao mesmo tempo. E é claro, com isso, voltei ao tempo em que tinha meus 6, 7 anos, tudo era tão simples e tão mágico que não havia tempo para mais nada, somente para as brincadeiras.

Era uma bagunça, eu aprontava com meu irmãos mais novos. Ahh… quem nunca tirou proveito, na hora de uma preguiça por exemplo, pedia para  meu irmãozinho pegar um copo de água e ele não queria.  Eu virei pra ele e disse – Ihhh você nem é rápido igual o super homem, nem consegue trazer água pra mim!! – Na mesma hora ele deu uma carreira e rapidinho trouxe (Rs) – Viu como eu consigo, disse ele.  Fico rindo sozinha quando lembro dessas coisas.

Essa é a mais simples das experiências. Se for contar o que meu marido fez com o pobre do irmão dele. Nossa… até hoje ele carrega a marca no bumbum. Ah vou contar…. ele e o outro irmão pegaram o pobre do irmãozinho mais novo e colocou no fogão quando a minha querida sogra estava assando um bolo =x, rs. Acho que tinha seus 5, 6 anos de idade, que imaginação fértil, não é mesmo? Porém após umas horinhas já estavam se abraçando, porque irmãos são assim, brigam, brigam mas se amam.

O relacionamento entre irmãos não é isento de brigas, é claro, porém apesar de todas as dores de cabeça,  ciúmes e artes, o laço entre os irmãos é um sentimento que deve permanecer firme , pois se trata de laços familiares, de uma união de sangue.

Fico triste ao ver que existem irmãos que não se falam mais, que não se vêem, que não se abraçam. Ter um irmão é ter um aliado, um cúmplice por toda a vida. Se trata de uma amizade sem fim, de alguém que daria a vida pra ter a sua vida a salvo.

Sempre bato na tecla de que nunca é tarde para fazer aquilo que deseja, para perdoar e pedir perdão. Se hoje existe um irmão que você não fala, procure, converse, lembrem-se daquela época em que brigavam e logo em seguida já estavam se abraçando e brincando novamente, como se nada tivesse acontecido. Porque o importante na vida, não é a mágoa que seu irmão lhe causou e sim o amor que você sente por ele.

O orgulho parece algo pequeno para muitos, mas esse é o vilão que nos impede muitas vezes de fazer as pazes com as pessoas que amamos. Seja forte, o maior homem é aquele que se ajoelha diante da pessoa amada e diz “Eu preciso de você”!

Reconheça que sozinho não é nada, deixe que os laços familiares os envolvam e traga novamente aquele amor sincero, humilde e inocente que um dia todos nós sentimos ao ser simplesmente uma criança.

Anúncios

2 Comentários (+adicionar seu?)

  1. raquel renata
    ago 12, 2011 @ 23:33:34

    é exatamente assim…e quando está longe sente falta!!!cadê vc irmanzinha?estou com saudades.bjos

    Responder

  2. ruthlemos
    ago 15, 2011 @ 12:28:58

    To aqui amore… rs Depois de 15 dias no Pará eis que retorno a casa. Saudade de vc tbm. te amo =)

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: